sexta-feira, 7 de novembro de 2008

Foram Pérfidos


Alguns lábios eu beijei
Muitos ou poucos não sei
Beijos pérfidos que no passado ficaram
E agora relembrei

Por que

Daqueles lábios que beijaram
Que nos meus tocaram
Não foram beijos de amor
Enganei-me e se enganaram

Sedução

Beijos, lábios, são caricias significantes
Não sinto saudade dos que para trás ficaram
Beijos, toques, são eletrizantes
Sei que não amei e nem me amaram

Sentimentos

É muito bom o que sinto agora
É insano sutil e fumegante
Sentimentos se misturam e me enamora
E o beijo que me estremecerá está adiante.

Seus beijos...
Seus lábios...
Você!

Rô Lopes

Um comentário:

orkut disse...

Oi Comendadora Rô e minha
grande amiga, esta td muito lindo!
Parabéns....

Bjos