terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Grande Vazio




Grande Vazio

Sinto em mim um grande vazio...
Altos e baixos de emoção,
Alegria quando penso em você
Dor na distância que separa corações
Por vezes você a preenche,
Outras não.

Situação que me rouba a paz
Leva todas as certezas...
Fico sem chão.
Não sei na verdade quem sou.
Apego-me no que tenho
Neste mundo interno e pequeno
Mas é tanta tristeza, tanta solidão...

Suspiro profundo na esperança de
Amenizar a dor...
Em vão...
Um travo na garganta...
O amor que sinto conhece apenas um caminho
A estrada do seu coração.

O peito fica pequeno pra tanto amor
Que cresce a cada pulsar.
E o sangue nas veias clama
A vontade de te beijar...

Ó distância ingrata
Que me fere... Judia e mata,
Impede o cruzar de nossos olhares
Tocar sua pele... Seus lábios
Sentem a loucura deste amor
Que não se importa em sofrer...
Apenas quer te querer!


Mércio Moura

2 comentários:

Sidclay disse...

Poxa sem comentários!!!
O que posso falar...que é do fundo do coração e que essa poesia vem da alma!!! Nossa, é muito lindo...e estou vivendo essa poesia!!!
Parabéns!!! De todo coração...vcs são demais!!!
Um casal de eternos namorados!!!
Admiro muito vcs...Beijoss

Silvia disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.